segunda-feira, 27 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Homem é preso em Redenção sob suspeita de estuprar a própria filha, posse de arma, ameaça e cárcere privado

Os estupros cometidos contra a menina fizeram com que ela tivesse um filho com o próprio pai. Ela e a criança eram submetidas a constantes violências físicas, psicológicas e sexuais. Os estupros contra a menina começaram quando ela ainda tinha 6 anos de idade e ela, segundo relatou, já engravidou do suspeito outras vezes, mas perdeu os bebês. Em respeito às vítimas e o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Fato Regional não vai exibir imagens do preso para evitar que a filha do suspeito e a criança fruto da relação incestuosa possam ser identificadas e revitimizadas.
Os abusos sexuais e ameaças, segundo a filha do suspeito, começaram quando ela ainda tinha 6 anos e os crimes levaram ela a engravidar várias vezes e perder os bebês até que uma criança nasceu fruto da relação abusiva e incestuosa (Foto: Elza Fiuza / Agência Brasil / Imagem Ilustrativa)

Um homem foi preso em Redenção, no sul do Pará, por suspeita de estupro, ameaça, cárcere privado e posse ilegal de arma de fogo. A Polícia Civil o capturou, em flagrante, após denúncias anônimas nesta quinta-feira (15). As vítimas dos crimes investigados são a filha do suspeito e uma criança fruto de uma relação incestuosa com a moça. Pelas investigações, os abusos sexuais contra a menina começaram enquanto ela tinha 6 anos de idade.

Após a checagem das denúncias, a policiais civis das delegacias especializadas no Atendimento à Mulher (Deam) e no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), montaram uma operação para a captura do suspeito. A arma de fogo de fabricação caseira foi encontrada e apreendida.

Aos policiais, a filha dele confirmou as denúncias de maus-tratos e então fez os relatos chocantes: desde os 6 anos de idade, ela sofreria com abusos sexuais do pai. Isso fez com que ela engravidasse várias vezes, mas somente uma criança chegou a nascer. Ela acabou perdendo os outros filhos durante ou após as gestações. Na madrugada desta quinta-feira, a moça disse ter sido abusada novamente sob ameaças. As vítimas foram encaminhadas para atendimento especializado e estão em segurança.

O homem foi ouvido e passou por todos os procedimentos padrão e agora está à disposição do Poder Judiciário. O Fato Regional sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

Em respeito à intimidade da vítima e ao Estatuto da Criança e do Adolescente, o Fato Regional não vai exibir qualquer imagem do preso para evitar que a vítima e a criança fruto da relação incestuosa possa ser reconhecida e revitimizada por preconceitos e pré-julgamentos

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!