quarta-feira, 12 de junho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Investigação de triplo homicídio em Conceição do Araguaia chega a cinco dias sem suspeitos presos; jogador de futebol está entre as vítimas

Apenas um adolescente sobreviveu ao ataque. A Prefeitura de Couto Magalhães, no Tocantins, lamentou a morte de dois dos jovens cujas famílias são do município
Os três mortos tinham ligações com a cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. A prefeitura emitiu uma nota de pesar. (Foto: Reprodução de Redes Sociais / Via Portal Jacundá)

Na madrugada de segunda-feira (26), Conceição do Araguaia, no sul do Pará, acordou com os mais de 15 tiros que vitimaram três jovens e deixaram um adolescente ferido. As investigações chegam ao quinto dia nesta sexta-feira (30), ainda sem indícios de quem cometeu o crime.

As vítimas foram Adão Xavier Rocha Silva Neto, de 20 anos; Juliano Vinícios Campos Slongo, de 27 anos; e Jonas Lopes de Melo (“Labigó”), de 24 anos, que era jogador de futebol e atuava no Porto Franco do Araguaia.

Tudo o que se sabe até agora é que foram quatro envolvidos. Dois que invadiram a casa e atiraram e dois comparsas dando apoio a eles. Todos de capacete e fugiram em duas motos, sem modelos, cores ou placas identificados.

O caso ocorreu na rua 50, no Vila Real II, área sul de Conceição do Araguaia. Lá, foram encontrados um revólver calibre 32 e uma porção de crack.

Para a Polícia Civil, todas as linhas de investigação são possíveis, mas os indícios apontam para uma disputa de facções ou dívidas com o tráfico de drogas. Nada pode ser afirmado até o final do inquérito.

Leia mais, no Fato Regional:

Como estão as investigações sobre o triplo homicídio em Conceição do Araguaia?

As diligências para capturar os criminosos estão em curso. Testemunhas estão sendo ouvidas e câmeras de segurança estão sendo analisadas. O adolescente que sobreviveu está sob proteção.

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Não é necessário se identificar.

A Prefeitura de Couto Magalhães, no Tocantins, emitiu uma nota de pesar pela morte dos três jovens. Adão e Juliano têm familiares na cidade. E Jonas Labigó jogou no campeonato municipal.

“Perde o esporte, perde a juventude, perde o país, perde Couto, perdem as famílias e todos nós juntos. Meus sinceros sentimentos aos familiares, aos desportistas e à juventude local. Registro minha indignação com a violência dirigida a essas três vidas que importavam muito para nossa comunidade”, externou o prefeito de Couto Magalhães, Júlio César Brasil.


(Da Redação do Fato Regional)

NOS SIGA NO FACEBOOK E NO INSTAGRAM!