terça-feira, 21 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

‘Não existe tragédia ambiental de direita, esquerda ou centro’, diz governador do Pará sobre mudanças climáticas no Rio Grande do Sul

Afirmação do governador paraense foi realizada nesta terça-feira (14), durante evento empresarial, em Nova Iorque. Durante o discurso, reforçou que a bioeconomia e uma agropecuária sustentável são saídas para garantir que o setor produtivo possa trabalhar sem prejudicar o meio ambiente e essas têm sido políticas de governo no Pará
Em Nova Iorque, o governador reforçou que a prevenção às mudanças climáticas devem ser políticas de governo independentes de posicionamento ideológico e apontou a crise no Rio Grande do Sul como exemplo (Foto: Thalmus Gama / Agência Pará)

O presidente do Consórcio Amazônia Legal (CAL) e governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou, nesta terça-feira (14), que “não existe tragédia ambiental de direita, esquerda ou centro”, durante sua participação no evento empresarial Lide Brasil Investment Forum New York. Ele apontou a tragédia ambiental do Rio Grande do Sul como um exemplo de que avanços práticos rumo a um futuro mais sustentável são urgentes como as mudanças climáticas.

“Não existe tragédia ambiental de direita, tragédia ambiental de esquerda ou tragédia ambiental de centro. Existe uma tragédia ambiental. Dito isto, é fundamental que nós possamos enxergar essa realidade e avançarmos nas questões ambientais necessárias”, alertou o chefe do poder Executivo Estadual paraense e anfitrião da 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP30), em novembro de 2025, em Belém.

Para Helder barbalho, “É importante que a sociedade reflita sobre as atuais consequências dos fatores climáticos. O Brasil tem legitimidade e capacidade de colocar a sua agenda ambiental e apresentar o chamamento ao planeta para as ações de financiamento ambiental e preservação do planeta”.

Sobre as oportunidades de negócio, o governador do Pará aproveitou o evento para apresentar as oportunidades do estado que vem sendo pioneiro na busca pelo desenvolvimento da bioeconomia e amparo à transição da agropecuária para um setor mais sustentável. “É um estado que produz no agronegócios, forte na logística e que garante previsibilidade e segurança jurídica para quem produz e para atrair investimentos”, explicou.

Helder apresentou ainda as oportunidades de negócios voltadas ao meio ambiente. “Podemos falar sobre novas oportunidades de economia verde através do mercado de carbono, concessão de restauro para recuperar áreas que foram destruídas, bioeconomia para agregar valor às riquezas da nossa floresta, gerando empregos verdes, gerando empregos com sustentabilidade”, avaliou.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações da Agência Pará)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!