sexta-feira, 24 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

No Pará, BNDES aumenta aprovações de crédito, que chegam a R$ 275 milhões

Balanço do primeiro trimestre de 2024 revela que as ações do BNDES no Pará beneficiaram setores importantes, com destaque para a agropecuária, uma das principais forças econômicas das regiões sul e sudeste do estado
O setor agropecuário do Pará foi o principal beneficiado pelos recursos liberados para projetos via BNDES (Foto: Sidney Oliveira / Agência Pará)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aumentou as aprovações de crédito para empresas no Pará nos primeiros três meses de 2024. Foram beneficiados, segundo comunicado da instituição, 231 negócios. No período, houve aprovação de R$ 275 milhões, valor 39% superior ao primeiro trimestre de 2023, que fechou em R$ 197,7 milhões. Um dos principais setores beneficiados foi a agropecuária.

Somente para a agropecuária paraense foram destinados R$ 170,7 milhões. Foram autorizados também R$ 67,2 milhões para comércio e serviços, R$ 23,4 milhões para indústria e R$ 13,7 milhões para infraestrutura. Para micro, pequenas e médias empresas, as aprovações somaram R$ 226,4 milhões, valor 161% maior que no mesmo período em 2023.

“Retomamos a missão do BNDES de promover o desenvolvimento do país, em todas as regiões, contribuindo para o fortalecimento dos negócios e a geração de emprego e renda, prioridades do governo do presidente Lula. O excelente resultado do Banco no primeiro trimestre comprova que a economia brasileira está crescendo e que a ampliação do acesso ao crédito traz benefícios para todos”, explica o presidente do banco, Aloizio Mercadante.

Investimentos regionais do BNDES no Norte do Brasil

Na região Norte, as aprovações cresceram 75% em relação ao primeiro trimestre de 2023, totalizando R$ 916,7 milhões. Foram R$ 173,2 milhões para infraestrutura, R$ 307,2 milhões para o setor de comércio e serviços, R$ 373,4 milhões para a agropecuária e R$ 62,9 milhões para a indústria.

Aprovações para micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 678 milhões, um aumento de 166% em relação a 2023. No primeiro trimestre do ano, o BNDES apoiou 1.460 negócios na região, 70,6% a mais que no mesmo período de 2023.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações do BNDES)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!