sexta-feira, 1 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Adolescente é suspeito de matar o padrasto, em São Félix do Xingu, após mãe ser agredida

O padrasto do adolescente foi encontrado amarrado e com muitos ferimentos. A mãe do jovem e ele também estavam feridos e foram encaminhados para atendimento médico.
Paulo Sérgio estava amarrado e com ferimentos por todo o corpo (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Paulo Sérgio Silva Lima, de 53 anos, foi espancado, amarrado e morto em São Félix do Xingu, no sul do Pará, no final da noite de sábado (30). O principal suspeito é o enteado dele, um adolescente de 17 anos. A motivação seria um caso de violência doméstica. A mãe do jovem teria sido agredida pelo companheiro, que em relatos de ambos, estaria “muito alterado” (sob efeito de álcool ou drogas). Ambos estavam machucados, receberam atendimento médico e foram conduzidos à Polícia Civil.

Paulo Sérgio teria agredido a companheira, mãe do enteado dele, que teria revidado e matado (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Agentes do 36⁰ Batalhão de Polícia Militar foram acionados para atender a uma ocorrência de violência doméstica no setor Montenegro, na localidade Cai N’Água. No endereço, os policiais encontraram a vítima das agressões, a senhora L.F.S., de 33 anos. Ela mesma relatou aos policiais que foi agredida por Paulo Sérgio. E o filho dela, o adolescente de 17 anos, entrou em luta corporal com ele para defendê-la. O homem foi amarrado, contou ela, para ser contido. O adolescente confirmou a história.

A morte brutal marcou uma família com violência e tragédia às vésperas do fim de ano (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Chegando ao local onde Paulo Sérgio foi deixado, os policiais o encontraram já morto, com vários ferimentos graves por todo o corpo, principalmente na cabeça. As motivações de toda a violência familiar estão sendo investigadas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil de São Félix do Xingu, que está contando com o atendimento especializado para lidar com o caso por envolver um adolescente.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!