sexta-feira, 1 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Com mais de 55 mil novos postos de trabalho, Pará aumenta geração de emprego em 12% no ano de 2023

Somente a Rede SINE conseguiu encaminhar 8 mil trabalhadores para o mercado formal e o programa Primeiro Ofício deu oportunidades para 2 mil jovens
O setor Serviços foi o principal puxador de emprego no Pará, mas que reflete um bom momento da economia no estado e no país (Foto: Elza Fiuza / Agência Brasil / Imagem Ilustrativa)

Em 2023, o Pará gerou 55.534 novos postos de trabalho. O número compreende o período de janeiro a novembro, como aponta pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O resultado representa um aumento de 12% em comparação ao mesmo período de 2022 e reflete o aumento da geração de emprego em todo o Brasil.

O Pará, devido aos resultados, é o 11º no ranking nacional de geração de emprego e líder da região Norte, região que, segundo pesquisa, pede que geração de empregos seja prioridade do Governo Federal em 2024.

O setor de Serviços foi o que mais criou postos de trabalho em 2023, com 21.237 vagas. Em seguida veio o setor da Construção Civil, com saldo de 12.681 postos de trabalhos e então o setor de Comércio, que apresentou 10.342 pessoas empregadas. A rede SINE, presente em 33 municípios, foi responsável por posicionar 8 mil trabalhadores no mercado de trabalho formal.

“Os resultados alcançados comprovam que o trabalho e o investimento dispensado em obras estruturantes, educação e qualificação tem dado certo. Mantivemos um ritmo propositivo, com ações e programas que beneficiassem a população. Injetamos recursos em programas que buscam qualidade de vida, contribuímos para o aumento do poder de compra, logo o comércio, o serviço, se mantêm em circulação, e automaticamente provocam a abertura de novos mercados, de novas oportunidades”, analisou reforçou o secretário de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, Inocencio Gasparim”.

Além da intermediação de obra, o Governo do Pará também dispõe de iniciativas voltadas à empregabilidade de jovens, com o programa Primeiro Ofício, que já empregou mais de 2 mil jovens em vagas de aprendizagem e também investe em qualificação, através do programa Qualifica Pará, que certificou cerca de 30 mil pessoas nas mais diversas áreas, nos 144 municípios paraenses.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!