sexta-feira, 12 de abril de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

‘Atiro para matar’, diz Bolsonaro a deputado sobre possibilidade de ser preso

Em 2022, Bolsonaro disse a mesma coisa a um ministro do STF quando se viu sendo alvo de investigações. Para muitos, pode ser apenas mais uma das muitas bravatas do ex-presidente. Mas para outros, pode ser a repetição do que ocorreu com o ex-deputado Roberto Jefferson. A apuração é do jornalista Guilherme Amado, do Metrópoles.
Bolsonaro ameaça atirar contra policiais e resistir caso seja ameaçado de prisão e pode repetir o comportamento do ex-deputado Roberto Jefferson (Foto: Instagram / Jair Bolsonaro)

Pela segunda vez em dois anos, Jair Bolsonaro (PL) fala que caso seja abordado por policiais para ser preso, irá “atirar para matar”. A nova fala foi registrada em apuração da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles. A nova bravata do ex-presidente — que já fez ameaças como não cumprir decisões do STF — teria sido dita a um deputado federal do PL, que teve a identidade mantida sob sigilo. Para a fonte do jornalista, trata-se de uma expressão de raiva ou mesmo desespero.

“Eu atiro para matar, mas ninguém me leva preso. Prefiro morrer”, disse Bolsonaro ao deputado. Em 2022, ele teria dito algo parecido da primeira vez em que se falou de crimes dos quais seria suspeito — por enquanto ele foi indiciado em alguns e segue sendo investigado sobre outros — e foi a um ministro do STF. Possivelmente, algum ministro que tenha alguma simpatia por ele, já que nenhuma investigação foi feita por essa fala.

A reação seria muito semelhante a do ex-deputado federal Roberto Jefferson, que devido ao caso foi expulso do PTB após a fusão da sigla com o Patriota que deu origem ao PRD. Jefferson, um bolsonarista assumido, atirou 50 vezes e lançou uma granada contra os policiais federais que foram prendê-lo, em outubro de 2022. Ele segue preso e abandonado. Se Bolsonaro levar adiante a promessa, pode ir pelo mesmo caminho.

Lembrando que atirar contra policiais é crime, assim como resistir a prisão e desacato a autoridades. E por muito menos, policiais matam várias pessoas por todo o Brasil. As novas falas de Bolsonaro, por enquanto, não deram início a nenhuma investigação.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações de Guilherme Amado e Metrópoles)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!