sábado, 20 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Bet: Brasil é o país que mais faz apostas esportivas no mundo, diz pesquisa

O Brasil tem quase a mesma quantidade de acessos do Reino Unido e da Nigéria somados, que são, respectivamente, o segundo e o terceiro lugar no ranking das bets
As empresas de apostas serão taxadas em 18% sobre as receitas e deverão seguir outras regras de prevenção de manipulação de resultados (Foto: Lei em Campo / Divulgação)

Com a explosão do mercado das apostas esportivas digitais, que ficaram mais populares pelo termo em inglês “bet”, o Brasil se tornou o país que mais acessa esse tipo de aposta. Com 3,19 bilhões de acessos a diversos sites, os brasileiros mostram que além de gostarem de futebol e outros esportes, também têm a esperança de faturar algo com o passatempo.

Os dados foram compilados numa pesquisa da plataforma CupomValido.com.br, com informações da SimilarWeb. Em todo o planeta, em 2022, foram 14 bilhões de acessos em todo o mundo. Desses, o Brasil sozinho respondeu por 22,78% do total. O número de acessos brasileiros é quase a soma do Reino Unido (2º lugar, com 1,61 bi de acessos) e Nigéria (3º lugar, com 1,29 bi de acessos).

Somente em 2022, o interesse dos brasileiros por sites de apostas esportivas cresceu mais de 75% e a Copa do Mundo do Catar alavancou esse mercado. O Chile, ainda que não tenha tido o mesmo volume de acessos do Brasil, também devido ao mundial da Fifa, dobrou a quantidade de acessos a apostas esportivas.

Desde 2018, com a regulamentação do mercado de apostas esportivas, o segmento tem crescido significativamente. Atualmente existem 238 sites de apostas no Brasil. São Paulo é o estado que mais acessa sites de apostas esportivas, seguido por Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

O mercado dessas apostas agora passa por uma taxação diferenciada e progressiva, estabelecida pelo Ministério da Fazenda. ACESSE AQUI para saber mais sobre a regulamentação e taxação das bets.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!