domingo, 3 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Em menos de 24 horas, duas pessoas são assassinadas perto da rodoviária de Redenção

Os crimes, possivelmente, têm a ver com dívidas com traficantes, como investiga a Polícia Civil, já que ambas a vítimas, supostamente, eram dependentes químicas
Dario foi morto a facadas em um pequeno comércio perto do terminal rodoviário de Redenção (Foto: Redes Sociais)

Duas pessoas foram assassinadas, em menos de 24 horas, perto do terminal rodoviário de Redenção, no sul do Pará. A primeira vítima foi Nizete Xavier de Santana, de 40 anos, esfaqueada até a morte no final da noite de sábado (6). O segundo caso ocorreu na noite deste domingo e teve como vítima um homem identificado como “Dário”. A Polícia Civil investiga os dois crimes que, a princípio, podem ter a ver com dívidas junto a traficantes.

Uma fonte do Fato Regional, da Polícia Militar, confirmou que as dívidas com traficantes são uma linha de investigação para a Polícia Civil, pois tanto Nizete quanto Dário eram conhecidos por serem dependentes químicos. As duas vítimas foram mortas com golpes de armas brancas. O que ainda está em investigação é se há algum outro elo que os une além da suposta dependência química e se os casos estão diretamente relacionados, dados a localidade e intervalo entre cada crime.

Menos de 24 horas antes da morte de Dario, Nizete foi assassinada a facadas perto da rodoviária de Redenção, o que leva a PC a desconfiar que os casos possam ter alguma relação (Foto: Redes Sociais)

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). Se a informação for mais urgente, o ideal é ligar para o 190. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Não é necessário se identificar.

O Fato Regional sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!