sábado, 15 de junho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Grupo Casas Bahia anuncia pedido de recuperação extrajudicial; dívidas passam de R$ 4 bilhões

A empresa tenta renegociar as dívidas para um pagamento no prazo de 6 anos e com taxas de juros diferenciadas, além de uma carência de 24 meses para início do pagamento do acordo a partir dos juros. A rede tem lojas na região Sul do Pará, como em Redenção.
A rede de vareja Casas Bahia que está entrando em recuperação judicial está presente em alguns municípios do Sul do Pará, como Redenção (Foto: Janderson Ferreira / Google)

O Grupo Casas Bahia comunicou que entrou com um pedido de recuperação extrajudicial para renegociação das dívidas estimadas em R$ 4,1 bilhões. Essa é a segunda etapa de um plano maior para tentar recuperar as condições financeiras da empresa, iniciado em 2023, com o fechamento de 100 lojas, demissão de 6 mil funcionários e internalização para lojas digitais de mais de R$ 1 bilhão em mercadorias.

Pelo comunicado, o plano de recuperação extrajudicial inclui um novo prazo para pagamento de 72 meses, renegociação de juros, carência de 24 meses para pagamento juros e 30 meses para o montante principal. Os juros serão equivalentes ao CDI (taxa comum que acompanha a variação da Selic), acrescida de mais uma taxa que pode variar de 1% a 1,5% ao ano.

Se tudo der certo no plano de recuperação extrajudicial com a renegociação das dívidas, o Grupo Casas Bahia espera ter uma melhora de R$ 4,3 bilhões no fluxo de caixa dos próximos 4 anos, com impactos positivos já neste ano. No comunicado, a empresa garante que a nova estrutura de capital “…melhora a perspectiva de crédito e traz flexibilidade na relação com fornecedores, seguradoras e futuros credores”.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações do G1)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!