sexta-feira, 1 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Mulher é morta com tiro em Ourilândia do Norte e principal suspeito é capturado em flagrante

Simone Sousa Silva foi morta com um tiro no setor Paulista. Cerca de cinco horas após o crime, em uma ação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Militar, Renato Silva foi preso em flagrante e conduzido à delegacia para esclarecer a motivação de ter cometido o crime e informar onde estava a arma supostamente usada por ele.
Renato foi preso cerca de cinco horas após a morte de Simone, numa ação conjunta da PM e da PC em Ourilândia do Norte. (Foto: 36º BPM)

Simone Sousa Silva foi morta com tiro neste domingo (11), no setor Paulista, em Ourilândia do Norte, no sul do Pará. O principal suspeito do crime, Renato Garcia da Silva, foi preso em flagrante pouco depois do crime, numa ação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Militar. As motivações para a morte da mulher estão sendo investigadas.

Eram aproximadamente 11h30 quando Simone foi morta e as primeiras diligências da PM e da PC começaram. Havia testemunhas que apontavam que o suspeito do crime era Renato. Por volta das 18h30, a Polícia Civil conseguiu uma localização e acionou uma guarnição dos agentes do 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Simone foi morta com um tiro no setor Paulista e Renato, o principal suspeito, foi preso pouco depois (Foto: Redes Sociais)

Na ação conjunta, os policiais conseguiram cerca e prender Renato em uma casa onde estava tentando se esconder. A arma do crime, no entanto, não foi encontrada com ele imediatamente. Ele foi conduzido à Delegacia de Ourilândia do Norte, onde foi autuado por homicídio e está à disposição do Poder Judiciário.

O Fato Regional sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!