domingo, 19 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Mulher presa por suspeita de matar companheiro em São Félix do Xingu é liberada após imagens levarem a outra linha de investigação

A mulher ficou bastante conhecida por causar confusão durante a cavalgada ruralista da Expoxingu 2023. Não houve tempo para socorrer o companheiro dela, que agora, como aponta a Polícia Civil, pode ter sido atropelado enquanto fugia de uma terceira pessoa ainda não identificada
Rosilda costumava ser vista pelo centro de São Félix do Xingu, mas ficou conhecida após ser filmada em confusões na Cavalgada Ruralista da Expoxingu 2023. Ela foi presa e então liberada durante as investigações da morte do companheiro dela (Foto: Instagram / via @ourilandia_news / sem autoria informada)

Rosilda Francisca da Silva, de 46 anos, foi presa por suspeita de homicídio na noite de segunda-feira (30), em São Félix do Xingu, no sul do Pará. Na linha de investigação inicial, ela teria empurrado Werick Luz Ribeiro, de 31 anos, em direção a um caminhão que passava pela avenida 22 de Março. O rapaz seria um companheiro dela e não sobreviveu após ser atropelado. No entanto, na tarde desta terça-feira (31), a Polícia Civil encontrou imagens de câmeras de segurança que provariam a inocência da mulher e a liberaram.

A Polícia Civil investiga as circunstâncias que levaram ao atropelamento fatal. Pouco tempo antes de reconhecer a possível inocência de Rosilda, a corporação informou por nota ao Fato Regional que confirmava que a prisão de Rosilda foi em flagrante e por suspeita de homicídio, com base em relatos de testemunhas. O motorista do caminhão tentou chamar socorro para Werick, mas não houve tempo para a chegada do resgate. Ele também foi ouvido pelos policiais.

Nas imagens obtidas pela Polícia Civil, das câmeras de um estabelecimento comercial próximo, seria possível encontrar uma outra linha de investigação: um homem correu atrás de Werick, que aparentemente estava fugindo dele. E foi quando acabou passando pelo caminhão e foi atropelado. As diligências para elucidar o fato de vez continuam.

Durante a Cavalgada Ruralista da Expoxingu 2023, em São Félix do Xingu, Rosilda apareceu em vídeos nos quais criava confusão com cavaleiros, assustava animais e chegou a fazer duas pessoas caírem do cavalo. A mulher é dependente química e se encontra em situação de rua, além de aparentar possíveis transtornos mentais, como apontam policiais.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!