Polícia Civil de Tucumã prende suposto falso personal trainer dentro de academia

Pela investigação da Polícia Civil, José Otávio Botelho supostamente usava documentos falsos para dizer que era um personal trainer profissional
José Otávio se apresentava como personal trainer e educador físico, inclusive tirando dúvidas e dando conselhos nas redes sociais (Foto: Reprodução / Instagram)

José Otávio Botelho da Silva foi preso dentro de uma academia, nesta segunda-feira (14), em Tucumã, no sul do Pará. Ele atuava como personal trainer e é investigado pela Polícia Civil por suposto exercício ilegal da profissão de educador físico e uso de documento falso.

Por nota, a Polícia Civil de Tucumã informou que os agentes o prenderam em flagrante, no momento em que atuava, supostamente, de forma irregular como personal trainer numa academia de Tucumã. Os documentos apresentados por ele, segundo a PC, seriam falsos.

Nas redes sociais, José Otávio se apresentava como personal trainer e como educador físico (profissão regulamentada e que exige diploma). Também dava conselhos e respondia perguntas de seguidores. Ele usava um sobrenome que não era dele: Carepa. As redes sociais dele foram apagadas na tarde desta segunda-feira.

José Otávio foi autuado pelo crime de uso de documento falso e a contravenção por exercício ilegal da profissão. Ele está à disposição da Justiça.


(Da Redação do Fato Regional)

LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Compartilhar essa matéria

Veja também

fechar