sexta-feira, 24 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Polícia Civil encontra arsenal na casa de homem morto a tiros em Rio Maria

Foram apreendidas 1 escopeta, 2 espingardas e 4 revólveres, além de muitas munições de diferentes calibres. O celular de Elias Barboza foi apreendido e a PC espera, a partir do aparelho e de testemunhas, chegar ao assassino e motivação
Elias Barboza foi alvejado com 7 tiros no setor Vila Nova, em Rio Maria. Na casa dele, um farto arsenal foi encontrado (Foto: Reprodução / Redes Sociais / Via Instagram @noticia_milgrau)

Elias Barboza Pereira foi morto a tiros na noite da última sexta-feira (26), em Rio Maria, no Sul do Pará. O crime teria sido cometido por um homem, que fugiu numa moto branca (sem modelo ou placa identificados). Foram ouvidos pelo menos sete disparos. Mas uma das coisas que chamou a atenção da Polícia Civil, nos levantamentos iniciais do caso, foi um arsenal encontrado na casa da vítima.

O crime ocorreu no setor Vila Nova. Eram aproximadamente 19h quando o Elias foi abordado pelo assassino. Tudo foi muito rápido, mas algumas testemunhas foram identificadas e devem ser ouvidas pela Polícia Civil. Na cena do crime, foram apreendidos um projétil e o celular da vítima. Na casa do homem, havia um quarto trancado e ao ser revistado em busca de pistas, os policiais encontraram muitas armas e munições.

Foram apreendidas uma escopeta, duas espingardas, quatro revólveres e munições de diferentes calibres. A PC vai investigar a origem das armas e também se há alguma relação entre o armamento em situação ilegal e a morte de Elias.

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso, podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). Se a informação for mais urgente, o ideal é ligar para o 190. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Não é necessário se identificar.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações de @noticia_milgrau)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!