sábado, 20 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Prefeitura de Ourilândia do Norte inaugura 3 escolas indígenas em semana histórica para a educação

Três aldeias Kayapó receberam escolas totalmente novas. Ainda nesta semana, a Prefeitura de Ourilândia do Norte reinaugurou a escola municipal José Cândido dos Santos e a Secretaria Municipal de Educação
As escolas indígenas nas aldeias Moidjam, Kenôngôre e Pikatum foram inauguradas numa semana histórica para a educação municipal de Ourilândia do Norte (Foto: Fato Regional)

Três aldeias Kayapó em Ourilândia do Norte, no sul do Pará, agora têm escolas indígenas. Nesta sexta-feira (25), o prefeito Dr. Júlio (Avante) visitou as aldeias para inaugurar as novas unidades. Esta vem sendo considerada uma semana histórica para a educação do município, já que também foram reinauguradas a escola municipal José Cândido dos Santos e a Secretaria Municipal de Educação.

A EMEFI Turumarê, na aldeia Moidjam, foi inaugurada com muita festa (Foto: Fato Regional)

 

Num circuito pelas aldeias Moidjam, Kenôngorê e Pikatum, o prefeito Dr. Júlio foi inaugurando uma por uma as escolas municipais de educação fundamental indígenas (EMEFI). Ele esteve acompanhado de secretário municipal de Educação, professor doutor José Leite, e do vereador Beto Kayapó (PSC). Servidores e educadores das novas escolas também puderam conhecer os novos espaços.

O prefeito Dr. Júlio destacou que investir nas escolas indígenas e em toda a educação de Ourilândia do Norte é garantir um futuro melhor para as gerações mais novas (Foto: Fato Regional)

 

Todas as escolas são novas, com mobiliário novo e adequadas à cultura e modo de vida Kayapó. Os nomes das escolas também foram dados pelos indígenas, de modo que se identificassem. Antes, a educação indígena era conduzida em espaços improvisados. Agora conta com espaços seguros, confortáveis e inclusive com placas solares para geração de energia.

O prefeito Dr. Júlio e o secretário municipal de Educação, professor doutor José Leite, reforçam que o descaso com a educação indígena em Ourilândia do Norte é algo para ficar no passado (Foto: Fato Regional)

 

A primeira escola inaugurada foi a EMEFI Turumarê, na aldeia Moidjam, a 70 km do centro de Ourilândia do Norte e que vai atender a 54 alunos. Em seguida, a EMEFI Ireá, na aldeia Kenôngôre, a 60 km da sede do município, com 15 alunos. Por fim, a EMEFI Ngotire, na aldeia Pikatum, com 23 alunos que vivem a 80 km do centro da cidade.

A aldeia Pikatum é a mais afastada do centro de Ourilândia do Norte e foi uma das beneficiadas com uma escola de educação indígena (Foto: Fato Regional)

 

“Este é um dia histórico para a educação de Ourilândia do Norte e para a inclusão e respeito aos nossos povos originários. Estamos inaugurando, de uma só vez, três escolas indígenas. Quando assumimos o governo em 2021, encontramos um cenário de desigualdade com nossas crianças indígenas. Isso acabou. Estamos entregando escolas de qualidade, adquirindo áreas e construindo do zero. Tudo para atender nossas crianças que agora têm ambientes limpos, bonitos e arejados para estudar. É o governo do Dr. Júlio, do vice Alessandro e do secretário municipal de Educação, José Leite, trabalhando pelo povo”, declarou o prefeito Dr. Júlio.

Dr. Júlio, durante todas as inaugurações e reinaugurações desta semana, tem destacado o quanto acredita na educação como uma política pública que transforma vidas. E relembra que a trajetória dele, em mais de 30 anos morando em Ourilândia do Norte, foi de montador de móveis a médico e então prefeito.

Dr. Júlio e o secretário José Leite conversavam sobre a inclusão, respeito e importância da educação a cada escola inaugurada (Foto: Fato Regional)

 

“Relembro de cada etapa da minha vida com muito orgulho, porque é minha história. Mas a minha vida só se transformou quando decidi voltar para a sala de aula e acreditar na educação. Por isso invisto em educação e acredito na educação como o caminho para realização de sonhos e busca de mais qualidade de vida. É isso que quero para Ourilândia do Norte e agradeço a confiança de quem me concedeu este mandato para realizar esse projeto de transformar a educação em nosso município. Muito obrigado!”, concluiu Dr. Júlio.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!