sexta-feira, 24 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Suspeito de ameaça e tentativa de homicídio é preso em Ourilândia do Norte pela Polícia Civil

Jovair Martins Pinheiro foi preso nesta sexta-feira (3), pela equipe do delegado Elioenai, em Ourilândia do Norte. Ele é apontado como um suspeitos de ameaçar e tentar matar um casal em 2021, no próprio município, em uma distribuidora de bebidas do setor Bela Vista. O filho do suspeito, também investigado, já estava preso.
Jovair foi capturado após 3 anos de investigação da morte de uma mulher e tentativa de homicídio contra o marido dela (Foto: Polícia Civil)

Jovair Martins Pinheiro foi preso em Ourilândia do Norte, no Sul do Pará, como um dos suspeitos de tentar um casal a tiros. O crime ocorreu em maio de 2021 e ele foi capturado pela equipe do delegado Elioenai nesta sexta-feira (3), após uma criteriosa investigação. Havia um mandado de prisão preventiva contra o investigado.

No dia 15 de maio de 2021, Jovair e o filho dele, Antônio Pinheiro, se encontraram com o casal vítima em uma distribuidora de bebidas no setor Bela Vista. Eles já tinham desentendimentos entre si — de natureza não bem explicada — e uma briga ocorreu naquele dia, com ofensas e ameaças. Antônio estava armado, como consta nos autos do processo. Os suspeitos saíram de lá. Um boletim de ocorrência foi registrado.

No mesmo dia, Antônio e Jovair voltaram ao local armados novamente e de forma mais ameaçadora. O casal tentou se esconder no banheiro do estabelecimento comercial. Antônio fez cinco disparos. Os projéteis atravessaram a porta e, por sorte, nenhum atingiu o casal. Tudo foi recolhido e apresentado á PC. Os atiradores fugiram do local. Antônio foi o primeiro identificado e preso pouco depois do crime.

Desde o ocorrido, Jovair estava foragido, mas finalmente foi localizado e preso pela equipe do delegado Elioenai em Ourilândia do Norte. O suspeito foi ouvido, passou pelos procedimentos padrão e está à disposição do Poder Judiciário.

O Fato Regional respeita o princípio da presunção de inocência e sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

*NOTA DA REDAÇÃO: Esta matéria foi atualizada após a confirmação de que os homicídios não chegaram a ser consumados e as investigações são por uma dupla tentativa de homicídio

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!