segunda-feira, 15 de julho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

VÍDEO: XXI Clean-Up São Félix do Xingu retira 4,5 toneladas de resíduos dos rios Fresco e Xingu

O evento promove, através de uma competição ecológica, a conscientização ambiental e senso de pertencimento e comunidade com São Félix do Xingu e as belezas naturais do município. A equipe vencedora deste ano foi a 'Tubarão', que sozinha removeu 1,4 mil quilos de resíduos dos rios
As equipes do Clean-Up São Félix do Xingu partem em barcos para recolher o máximo de resíduos dos rios Fresco e Xingu, que são entregues para a reciclagem (Foto: Divulgação / Semmas)

O XXI Clean-Up São Félix do Xingu, no Sul do Pará, conseguiu retirar 4,5 toneladas de resíduos dos rios Fresco e Xingu. O evento ocorreu no final de semana, reunindo seis equipes numa competição que estimula a consciência ambiental e a preservação da natureza do município. Promovida pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Mineração (Semmas), com apoio da CDL e demais parceiros, a ação é um dos marcos do começo do veraneio.

“O Clean-Up é uma espécie de gincana. As equipes se reúnem e saem em barcos e voadeiras coletando resíduos descartados de forma inadvertida nos rios Fresco e Xingu. Em seguida retornam, fazem a pesagem e ao final, a equipe que recolher mais resíduos é premiada. Neste ano, mais uma vez, recolhemos uma quantidade expressiva de materiais. Todos os resíduos coletados são encaminhados para reciclagem com cooperativas parceiras”, explicou Sérgio Benedetti, titular da Semmas.

A equipe vencedora deste ano foi a “Tubarão”, que retirou um pouco mais de 1,4 mil quilos de resíduos dos rios. Benedetti observa que a quantidade final de resíduos recolhidos foi menor neste ano. Em 2023, foram mais de 6 toneladas retiradas das águas. Para ele, é reflexo das ações da Semmas e resultado das constantes campanhas de conscientização ambiental e preservação dos rios.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!