quarta-feira, 24 de abril de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

ALERTA: golpes envolvendo a Caixa, Banco Central e ‘Valores a Receber’ se espalham no Sul do Pará

Desde a implantação do 'Sistema de Valores a Receber' do Banco Central, em 2023, vários golpistas tentam fazer com que pessoas iludidas com a possibilidade de receber grandes quantias fazendo pouco ou nada em troca acabem fornecendo dados sensíveis que podem ser usados de muitas formas para prejudicar as vítimas
O Sistema de Valores a Receber é vinculado somente ao Banco Central e tem sido alvo de diversos golpes e alguns recentes na região Sul do Pará (Foto: Reprodução / Redes Sociais / Via Agência Lupa)

Nesta quarta-feira (20), várias pessoas em  São Félix do Xingu compartilharam uma mensagem por WhatsApp com link e e-mail para que outras pessoas pudessem saber sobre possíveis valores a receber pelo CPF. No entanto, é golpe e com potencial de se espalhar rapidamente por toda a região Sul do Pará, provocando prejuízos às vítimas que possam acabar cedendo dados pessoais sensíveis. O único site no qual é possível consultar esses valores é https://valoresareceber.bcb.gov.br/

O golpe já tomou diferentes formas desde que o sistema de consulta de valores a receber (SVR) foi instituído pelo Banco Central do Brasil, em 2023, que tem o objetivo de resgatar dinheiro que foi esquecido em contas ou serviços parados. Há vertentes em que são cobrados supostas tarifas para liberar os valores, sendo que os valores muitas vezes são falsos e a cobrança de tarifas para liberação não existe. Se a pessoa sequer tem esse tipo de recursos a receber, não deve desconfiar que possui milhares de reais sem razão.

No recente golpe que tem se espalhado por São Félix do Xingu, uma mensagem é compartilhada por WhatsApp, na qual aparece uma imagem com suposto valor a receber e dizendo para a pessoa fazer a consulta informando o CPF. Há um e-mail que ao final usa a extensão “.ru”. Há ainda um alerta para forçar que as pessoas tentem fazer o procedimento com urgência para não perder o prazo.

É importante explicar que nenhum banco faz contatos com clientes ou não clientes dessa forma. Nunca são solicitadas senhas ou dados pessoais para acessar serviços através de ligações ou mensagens de celular. Todos os links de serviços oficiais ligados a plataformas do Governo Federal utilizam o domínio “gov.br”. E em caso de dúvida, não clique, toque ou acesse nada se não tiver plena certeza de que é seguro. E caso restem dúvidas, entre em contato direto com a instituição por canais oficiais.

Também é importante que nenhum aplicativo seja baixado para os celulares ou computadores se não for por lojas oficiais, como a Google Play Store para celulares Android ou a App Store da Apple para iPhone. Aplicativos falsos podem furtar dados e até o acesso ao telefone da vítima. Também são arriscados jogos e determinadas brincadeiras em redes sociais e downloads insistentes.

Sempre desconfie de mensagens e aplicativos que prometem dinheiro fácil. Isso não existe. Golpes de toda natureza e segmento, em essência se aproveitam da inocência, falta de conhecimento ou ganância das pessoas de achar que é possível obter uma grande vantagem fazendo pouco ou nada em troca. Procure ajuda ou mesmo a polícia sempre que se deparar com esse tipo de conteúdo enganoso.

Caso o conteúdo já esteja no aparelho, pode ser necessário resetar completamente o celular ou procurar um técnico especializado. E depois trocar com urgência as senhas de bancos — pode ser necessário entrar em contato com as instituições e comunicar os riscos — e demais aplicativos que contenham muitos dados pessoais, como Instagram, Facebook, TikTok, Kwai, X (Twitter), e-mails entre outros. Muito importante ativar a verificação de duas etapas do WhatsApp.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!