domingo, 19 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

BBB 24: mesmo após mutirão puxado até por Helder Barbalho, Alane Dias é eliminada do Big Brother Brasil

Foram 24 edições e pela primeira vez um participante do Pará chegou tão longe no programa. Alane saiu após um apertado paredão contra a amazonense Isabelle Nogueira. O mutirão para garantir que Alane ficasse mobilizou políticos, artistas, atletas, comerciantes e até o governador Helder Barbalho
Após um mutirão no Pará, Alane se tornou a primeira paraense a chegar tão longe no BBB e quase foi à final do programa (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Foram 24 edições do Big Brother Brasil, o mais longevo reality show da TV aberta no Brasil, até que um participante do Pará chegasse ao menos perto da final. Alane Dias foi o nome do emoção, como diria o narrador esportivo Luís Roberto. Mesmo após um mutirão de votação que foi puxado por políticos, artistas, atletas, comerciantes e até pelo governador Helder Barbalho (MDB), a paraense acabou perdendo para a amazonense Isabelle Nogueira, a “Cunhã” em um paredão muito apertado.

Alane Dias tem 24 anos e é de Belém, cidade sede da COP 30, em 2025. Ela é bailarina, filha de uma professora de balé, e modelo. Em 2018, ela conquistou o título de Rainha das Rainhas do Carnaval, o um dos mais antigos concursos de beleza e talentos do Brasil, promovido pelo Grupo Liberal de comunicação. Representando o clube Grêmio Literário Português, ela faz um passo que acabou se tornando a assinatura no BBB 24, no qual conseguia erguer a perna bem alto, mesmo usando uma fantasia de mais de 20 quilos.

No programa, Alane teve vários momentos de “protagonismo”. Logo no começo viveu um rápido romance com Nizam, um dos primeiros eliminados, e que teve momentos questionáveis para dizer o mínimo. Viveu uma treta e rivalidade intensa com Fernanda, a “Loba”, que figurou entre uma das favoritas do público e que resultou no ataque verbal “Chora, bonequinha!”. A saída dela, na noite deste domingo (14), foi marcada por emoção, lágrimas e acolhimento até do apresentador Tadeu Schimidt.

Sempre foi nos momentos de dinâmica de grupo que Alane brilhava, sabendo se posicionar, fazer discursos contundentes e enfrentar os jogadores, principalmente ao vivo. Ao longo do programa ela defendia e divulgava uma parte significativa da cultura paraense, como a música, a dança, a culinária, a fé, o vocabulário e a natureza.

Da metade para a reta final do programa, teve uma amizade consolidada com a vendedora e modelo Beatriz, a “Bia do Braz” e autora do bordão “Brasil do Brasil”; se tornou uma amiga e aliada do finalista Davi Brito; e foi um dos membros mais fortes do grupo “Fadas”. Tudo graças a uma mobilização em Belém e vários municípios paraenses para garantir esse momento histórico para os fãs de BBB do Pará.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!