sábado, 15 de junho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Projeto ‘Transformart’, em Ourilândia do Norte, está entre as 970 iniciativas do Programa Partilhar em 2023

O Programa Partilhar é uma iniciativa da Vale para apoiar e incentivar a cadeia de fornecedores a contribuir para o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua, com adesão em 150 contratos
O projeto Transformart, em Ourilândia, promove várias oficinas culturais e de cidadania na escola municipal Deilton Dias (Foto: Paulo Cezar/ P7 Assessoria em Produção)

Em 2023, 970 ações do Programa Partilhar — uma iniciativa da Vale junto à cadeia de fornecedores — foram realizadas em todo o Brasil. Entre elas, o projeto “Transformart”, realizado em Ourilândia do Norte, no Sul do Pará. O programa movimentou R$ 28,5 milhões em investimentos durante o ano passado. Desse total, 34% foram investidos em projetos de educação, esporte e cultura. Mais de 280 fornecedores, em 150 contratos da mineradora pelo país, fazem parte da rede.

O projeto Transformart de Ourilândia do Norte é uma iniciativa da R&D Mineração & Construção junto à Vale, no Programa Partilhar. O Coletivo de Artes Evoé, no espaço da Escola Municipal Deilton Dias, no setor JP, ministrou oficinas de cidadania e meio ambiente, dança, teatro e de habilidades artesanais para 105 jovens da região. O trabalho conta com apoio da prefeitura, na gestão do prefeito Dr. Júlio César Dairel (MDB), através da Secretaria Municipal de Educação, que tem o professor doutor José Leite como secretário titular.

Lara Gabrielle, que é uma das alunas do projeto Transformart, diz que a experiência tem sido ótima e realmente “transformadora” através da arte. “Eu nunca imaginei participar de um projeto assim e principalmente de dança, porque eu nunca tinha feito isso, entende? Sem contar com o apoio, né? Os professores também são muito bons, eles nos ajudam em tudo literalmente”, comenta.

Sônia Pimenta, diretora da escola Deilton Dias, diz se sentir privilegiada em vivenciar essa oportunidade. “Quando nós fomos contemplados com um projeto dessa grandeza, que vem somar com a ideia da educação do município, que é uma educação 5.0, é transformação em movimento! E a gente já começa a ver a mudança dos nossos alunos no dia a dia da sala de aula e nas apresentações em público. Acreditamos que esse projeto ainda vai transformar a vida de muitos estudantes”, comenta.

Entre outros investimentos do Programa Partilhar estão capacitações técnicas e cursos profissionalizantes, que em 2023 somaram cerca de R$ 6 milhões. Outros R$ 3 milhões foram aplicados em reformas e construções de espaços e organizações sociais. A iniciativa foi lançada em em 2020 e as ações são firmadas com os fornecedores ainda nas fases de contrato. Assim, comunica a mineradora, o programa reforça o compromisso da Vale e da cadeia de suprimentos junto às comunidades onde atua.

“Com o Programa Partilhar, além de analisar aspectos como preço e a capacidade técnica do fornecedor, compõe também a análise o Índice de Valor na Comunidade (IVC), indicador criado pela empresa que reflete a contribuição socioeconômica dos fornecedores para as comunidades. Uma pontuação alta no IVC pode representar um diferencial competitivo para o fornecedor nos processos de contratação”, diz nota da Vale sobre a iniciativa.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional, com informações da Vale)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!