sábado, 15 de junho de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Um mês após início do conflito, brasileiros poderão ser resgatados da Faixa de Gaza

A estimativa é de que os 34 brasileiros cheguem ao Brasil no domingo, 12 de novembro, em mais uma operação de repatriação totalmente bancada pelo Governo Federal, que foi o primeiro país a resgatar cidadãos da área de conflito de forma gratuita
O presidente Lula determinou que até o avião presidencial seja colocado à disposição do resgate de brasileiros no território de conflitos entre Israel e o Hamas (Foto: João Risi / Audiovisual / PR)

Os 34 brasileiros que aguardavam para deixar a Faixa de Gaza finalmente poderão ser repatriados nesta sexta-feira (10). Após um mês desde o início do conflito, o estado de Israel permitiu a abertura da fronteira com o Egito e colocou o nome dos cidadãos do Brasil na lista de estrangeiros autorizados a sair. O Governo Federal, que fará o transporte, estima que eles devem voltar ao país no domingo (12).

A informação foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores, após conversa do ministro Mauro Vieira com o ministro das Relações Exteriores de Israel, Eli Cohen. A lista com estrangeiros autorizados a deixar a Faixa de Gaza é elaborada por Israel, com participação egípcia. Mais de 3,4 mil estrangeiros foram autorizados a deixar Gaza. Do total, 36% têm passaporte dos Estados Unidos.

Os 34 brasileiros estão abrigados nas cidades de Khan Younes e Rafah, próximas à fronteira com o Egito. A fronteira de Rafah, que liga o Egito à Faixa de Gaza, é o único local para entrada e saída de pessoas ou mercadorias no enclave. Nesta quinta-feira (9), o número de mortos no território palestino chegou a 10.812, sendo a maioria crianças e mulheres. Em Israel são cerca de 1,4 mil mortos.

(Da Redação do Fato Regional, com informações da Agência Brasil)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!