Vereador é preso por roubar combustíveis na região de Carajás

Júnior da Mariona foi conduzido à delegacia, mas logo em seguida foi liberado após o pagamento de fiança.

Um vereador e mais duas pessoas foram presos na quinta-feira (11), acusados de comandarem um esquema criminoso de roubo de combustível e extração ilegal de minério, em Curionopólis, Marabá e Parauapebas.

De acordo com a Polícia Civil, Júnior da Mariona (PPS), que já havia sido preso no final do ano passado por explorar minério ilegalmente, desta vez foi detido na Operação Petrus, deflagrada pela Polícia Civil. O vereador e sua quadrilha são acusados de roubar combustíveis de uma mineradora da região de Carajás. Os outros dois presos foram Francisco Costa Lima e José Renato dos Santos.

O combustível roubado da mineradora servia para abastecer veículos que extraíam minérios ilegalmente na região.

Júnior da Mariona foi conduzido à delegacia, mas logo em seguida foi liberado após o pagamento de fiança.

 

 


Fonte: DOL

Compartilhar essa matéria

fechar