terça-feira, 21 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Michel Pereira, de Tucumã, ergue bandeira de Israel após nocaute em 68 segundos; reveja momento da vitória

O 'Paraense Voador' de Tucumã estreou com uma vitória arrebatadora na categoria peso médio e reafirma que é categoria ideal para ele, na qual chegou para ficar
Após vencer o estadunidense Petroski em apenas 68 segundos na estreia pelo peso médio no UFC Las Vegas 81, o 'Paraense Voador' declarou apoio a Israel (Foto: Instagram Michel Pereira)

O “Paraense Voador” de Tucumã, Michel Pereira, estreou com vitória na categoria peso médio. E uma significativa vitória. No sábado (14), no UFC Las Vegas 81, o lutador atropelou o estadunidense Andre Petroski e cravou o nocaute em 68 segundos. O brasileiro matou a fome de vitória que estava acumulada há quase um ano e meio. Ao final da luta, Michel declarou apoio ao povo de Israel e ergueu uma bandeira do país, que está em conflito com o Hamas.

Na entrevista após a luta, Michel Pereira reafirmou que essa é a categoria na qual se encontrou e está se sentindo bem. O lutador migrou do peso meio médio após ter dificuldades de bater o peso máximo da categoria em diferentes situações. Com o desempenho elogiado contra Petroski no UFC Las Vegas 81, ele garante que está se sentindo melhor, treinando de forma mais adequada e com alimentação e hidratação ajustadas.

“Após um ano e meio sem lutar, com cinco lutas canceladas, graças a Deus vim e mostrei que estou pra ficar nessa categoria e dar show nela”, declarou Michel Pereira, que já deve começar a preparação para os novos duelos no UFC pelo peso médio. E pensar em novos e curiosos golpes para mostrar. Por vídeo, um grupo de israelenses mandou uma mensagem para o lutador paraense. “Michel, Israel te ama!”.

Michel Pereira, aos 30 anos, agora acumula 40 lutas na carreira, sendo 29 vitórias — 11 por nocaute e 7 por finalização — e 11 derrotas.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!