sexta-feira, 1 de março de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Polícia Civil prende suspeitos de homicídio e violência doméstica, em Redenção e Santana do Araguaia, no sul do Pará

Em Redenção, o suspeito preso tinha um mandado de prisão preventiva contra ele por conta do crime de homicídio, que teria sido cometido em 2019. Já em Santana do Araguaia, o suposto agressor causou lesões tão graves na própria companheira que ela precisou de atendimento médico.
O crime de homicídio teria ocorrido em 2019, em Redenção, e o suspeito teve o mandado de prisão preventiva cumprido (Foro: Polícia Civil)

A Polícia Civil fez duas prisões no sul do Pará: uma em Redenção, cumprindo um mandado de prisão por suspeita de homicídio; e uma prisão em flagrante pelo crime de lesão corporal no contexto da lei Maria da Penha de combate à violência doméstica. Ambos os suspeitos já estão à disposição do Poder Judiciário. As capturas foram comunicadas pela própria polícia, que não deu muitos detalhes sobre os crimes investigados em respeito à lei contra o abuso de autoridade.

Nesta sexta-feira (19), a Polícia Civil de Redenção localizou um suspeito do crime de homicídio, que teria sido cometido em 2019, no próprio município. O mandado de prisão preventiva estava em aberto. Não houve resistência na condução do preso à delegacia, onde passou por todos os procedimentos padrão e vai finalmente responder pelo crime.

Já o caso de violência doméstica, em Santana do Araguaia, ocorreu nesta quinta-feira (18). O suspeito preso em flagrante, como apontam as investigações da Polícia Civil, teria agredido a própria companheiro de forma tão violenta que teve de receber atendimento médico. A mulher já está em segurança.

O Fato Regional sempre abre espaço para a defesa dos mencionados em casos policiais — se os advogados ou envolvidos acharem conveniente quaisquer manifestações —, garantindo amplo direito ao contraditório.

(Da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!