segunda-feira, 27 de maio de 2024

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

FALE COM FATO REGIONAL

Envie Notícias, Fotos e Sugestões

Polícia Civil investiga matança de gatos com ração envenenada no setor Oeste, em Redenção, no sul do Pará

Pelo menos cinco gatos foram encontrados mortos na manhã desta terça-feira (5), no setor Oeste, em Redenção. A Polícia Civil está em campo reunindo pistas, imagens e testemunhas do crime ambiental. Perto de um dos cadáveres, foi encontrado um saquinho com ração úmida para gatos com bolinhas que são muito semelhantes a chumbinho, um veneno para ratos altamente tóxico. Nos corpos de alguns dos gatos, a mesma substância foi encontrada.
Pelo menos cinco gatos foram encontrados mortos em Redenção nesta terça-feira, 5 de março, e alguns corpos já foram recolhidos e encaminhados para exames que preliminarmente apontam indícios de envenenamento por chumbinho (Foto: Redencenses Protetores / Instagram)

Nesta terça-feira (5), vários gatos apareceram mortos e espalhados em diferentes vias do setor Oeste, em Redenção, no sul do Pará. Em vídeo, a ONG Redencenses Protetores mostrou os animais mortos e o início do trabalho investigativo da Polícia Civil para elucidar o caso e localizar os responsáveis. Perto de um dos cadáveres, foi encontrado uma porção de ração úmida com uma substância semelhante ao veneno para ratos conhecido como “chumbinho”. O mesmo produto foi encontrado nos bichos.

A porção de ração úmida para gatos encontrada perto de um dos cadáveres e com fragmentos de algo semelhante a chumbinho, um veneno para matar ratos e altamente tóxico (Foto: Redencenses Protetores)

A advogada Kllecia Mota (OAB-PA 19301-A), que faz parte da ONG e da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-PA, gravou um vídeo mostrando agentes da Polícia Civil de Redenção recolhendo alguns corpos dos gatos mortos e o produto suspeito. Tudo foi encaminhado para análise laboratorial. Os policiais seguem em busca de imagens de câmeras de segurança que possam levar a identificação de suspeitos do crime ambiental.

Ao Fato Regional, o delegado Arthur, da Delegacia Especializada em Conflitos Agrários (Deca), confirmou que uma investigação já foi iniciada para buscar mais indícios do crime. As investigações estão em curso. Em dezembro de 2023, a Deca já havia iniciado uma investigação sobre o extermínio de cães e gatos em Redenção, após vários cadáveres de animais terem sido encontrados no setor Planalto e na área do Acaba Saco.

A Polícia Civil já está em campo no setor Oeste, em busca de mais pistas, imagens, testemunhas e possíveis indícios do crime ambiental (Foto: Redencenses Protetores)

Quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). Se a informação for mais urgente, o ideal é ligar para o 190. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Não é necessário se identificar.

(Victor Furtado, da Redação do Fato Regional)


LEIA MAIS, NO FATO REGIONAL:

Siga o Fato Regional no Facebook e no Instagram!